terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Memórias

Hoje me falta o natal
com as tintas da infância
para pincelar os meus sonhos

meu desejo era pendurado
numa arvore para compor a fantasia
iluminado pelas estrelas
amanhecia concreto para minha alegria

porque natal
era tão simples e colorido
naqueles dias...


Um comentário:

Larissa Marques disse...

saudade de você, amigo!
belo poema!