terça-feira, 11 de outubro de 2011

Crivo

Agora eu entendo todas as peças, todos os encaixes, os desfechos, resultados, letargos
pretéritos
Mas não entendo umas normalidades:
Se eu consigo, se é mero acaso, se o sonho é crível, se vem descalço, se vou sumindo
numa ampulheta
se foi o vício, a desmaneira, se foi só jogo
subjetivo.

Um comentário:

Michele P. disse...

Balaio de palavras, ecos silenciosos.
Gostei disso.

Um abraço