segunda-feira, 24 de maio de 2010

A Caixa Preta do Horário Nobre

foto Ricardo Pozzo

As ilusões predeterminadas
pelas falhas
no sistema, que
ao inverso,
sustentam a coesão da estrutura
costurada
pelas 30 polegadas
de imagens
simultaneamente
hiper-reais e abstratas
permitem ainda
que meus sensores neurológicos
percebam a carícia
da brisa, ou da água
que, tragada,
reestabelece a realidade;
ao trovão,
que assombra tanto
a nós quanto
assombrava
a nossos
ancestrais,
ou ao frio e á seca
na descarícia
que irrita a performance
do meu olhar desolado
pelas causas das quais,
nem sabeis o lado,
pertencemos.


Ricardo Pozzo

Um comentário:

Larissa Marques disse...

não peca, bela imagem, bela construção!