quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Subreal

Escrever um poema catarse,
rasgar, com pena de aço,
a pele fina do lado
de dentro do braço.
Escrever um poema vermelho:
copiar em sangue e pus
a imagem no espelho
de olhos de cão andaluz.

3 comentários:

FláPerez (BláBlá) disse...

agora que li sobre o filme vejo que aquelemeu poema era iisso mesmo.
no concern about estética.
Su-b-rreal, Sur-Real, Under da luz Dalí, Surrealuz, AnDalí...rsrsrs

Ruy disse...

Allan, vc se supera a cada nova escrita. Siga.

Larissa Marques disse...

é um escritor que tem chamado minha atenção.